salvação
Capa

A Graça da Salvação

Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo“. (Romanos 10:9).

Salvação é um termo muito comum, utilizado pela Bíblia e também pelos cristãos. Mas, o que é salvação? É quando alguém resgata uma outra pessoa que está correndo risco de vida ou que esteja em uma situação de difícil resolução.

Por que precisamos da salvação? Porque o pecado desabilitou nossa comunhão com Deus e tornou o ser humano tendencioso a fazer escolhas que prejudicam a si e aos outros.

Mas, quem pode salvar o ser humano, se todos possuem os mesmos instintos?

A resposta é: alguém que, embora tenha vivido como homem, demonstrou em seu código de ética, que os seus valores eram compartilhados, que embora fosse de linhagem real (descendente do rei Davi), estava nas ruas e se comportava socialmente como quem se preocupava com a situação deplorável de um povo, e que naquele instante era oprimido pelo Império Romano.

Alguém que, apesar de ser homem, apresentava soluções cabíveis a todas as incógnitas de comportamentos sociais presentes por onde passava. Alguém que fosse superior em tudo: em força, sabedoria e inteligência, que tivesse respostas que o ser humano não tem, e que acima de tudo, entendesse de fato o que é ser humano. Que tivesse emoções, sentisse dor, fome, sede, que tivesse necessidades fisiológicas e dificuldades financeiras, enfim que fosse de carne e osso, e que demonstrasse que a vida não é apenas o que ele falava, pois apresentava provas concretas de sua humanidade e de seus resultados.

Por mais difícil que seja acreditar que possa existir alguém com todas essas características, uma pessoa foi e é exatamente essa figura perfeita, que presta socorro a todos os seres humanos que desejarem. A esse chamamos de Salvador.

Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo” (Apocalipse 3:20).

De modo geral, pode-se afirmar que o ser humano tem uma grande dificuldade de tolerar o outro. Julgamos e repreendemos as pessoas o tempo todo. Temos grandes dificuldades de propor ajuda e de olhar a dor do outro. Porém, o Salvador Jesus Cristo age diferente. Ele conseguiu, por exemplo, extrair de um homem chamado Zaqueu a compreensão de que sua atitude descabida de cobrança exagerada de impostos era errada, e o transformou em um homem salvo de seu comportamento ambicioso.

Mesmo nós, que somos a geração com a maior quantidade de informações recebidas de todas as eras, não possuímos técnicas ou poderes cosmológicos como o Salvador. Ele foi capaz de curar as doenças mais terríveis, como hemorragias que duravam doze anos, enfermidades, pernas atrofiadas, e muitas outras sem tocar naqueles sofredores.

Mas, como receber a salvação? Digamos que uma pessoa esteja precisando de uma cirurgia urgentemente. A possibilidade desta pessoa permanecer viva está exclusivamente na mão de um médico especialista no seu caso, porém tudo o que ela precisa fazer é acreditar naquele profissional, deixar que ele faça o seu trabalho, e que ao final da cirurgia tudo vai ficar bem.

É claro que isso é apenas um exemplo para que possamos entender que acreditar é base importante da salvação. Porém, além das metodologias da medicina e acima da compreensão científica e teológica, estão as formas que Deus opera a salvação, pois Ele é o cirurgião especialista capacitado em curar almas e corações feridos.  Esse médico chama-se Jesus Cristo, que fez a cirurgia perfeita e restabeleceu a nossa comunhão com o Pai e Senhor Deus, trazendo a todos nós a salvação.

Ter fé, acreditar, dar voto de confiança e esperar convicto de que Ele sabe o que está fazendo, é o primeiro passo a ser dado para se conectar com essa salvação, o que está disponível para todos, independentemente de cultura, língua, crença ou histórico de vida.

“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos”. (Atos 4:12)

Mesmo dotados de habilidades e competências, há muitos momentos que nós, como humanos, nos deparamos com caminhos de insatisfações e frustrações, o que não deixa de ser normal. Dessa forma, saber lidar com estas situações é que é um grande desafio. Por isso, é fundamental ter orientações de quem pode mudar toda a nossa situação, nos salvando de nossos pecados e de nós mesmos.

Nesse caso, a escolha é uma importante ferramenta. Todos os dias somos cercados de escolhas. Escolhemos obedecer ou desobedecer nossos pais; escolhemos a escola onde vamos estudar; decidimos conversar e ficar para recuperação ou estudar de verdade; escolhemos ir atrás do primeiro emprego ou ficar na cama até mais tarde; escolhemos ler ou não a bíblia; escolhemos orar ou não; escolhemos o nosso conjugue; escolhemos a roupa para sair de casa; escolhemos o desodorante, o shampoo, o creme dental, o carro, etc. Tudo em nossa vida é baseado no direito de escolha.

Por esse motivo você pode escolher e decidir receber a salvação, apenas crendo e confessando o Senhor Jesus Cristo como único Salvador de sua vida. Dessa forma, Ele te alcançará e mudará para sempre a sua vida!

“Se você confessar com a sua boca que Jesus é Senhor e crer em seu coração que Deus o ressuscitou dentre os mortos, será salvo. Pois com o coração se crê para justiça, e com a boca se confessa para salvação”. 
(Romanos 10:9-10)

A Graça da Salvação

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo