espiritual
Testemunhos

A cegueira espiritual existe! – Testemunho de Igor Silva

E aí meus parceiros? Graça e paz! Quero compartilhar com os leitores da Revista Renascer um pouco da minha experiência de viver longe do propósito de Deus.

Conheci o Evangelho de Cristo quando tinha 11 anos, através de um amigo.  Costumávamos brincar sempre juntos e um dia ele me falou um pouco de Jesus. Foi o suficiente para eu ficar bem curioso e querer saber mais sobre quem era “esse cara” que tanto me ama. Nessa época eu morava com a minha mãe e o meu irmão caçula. Minha família não era cristã.

Os anos foram se passando e Deus foi abençoando a minha vida abundantemente. O Senhor me capacitou e me deu alguns dons ministeriais. Nunca fui aquele “crente flanelinha”, que vai ao culto para tirar a poeira do banco que sentou. Sempre busquei estar envolvido com a obra.

Aos 14 anos de idade fui batizado, mas infelizmente comecei a me deparar com uma grande religiosidade dentro da igreja, e ainda muito imaturo, deixei isso afetar a minha vida com Deus.

O destino não poderia ser diferente. Ao completar 18 anos eu já estava cansado de muitas coisas da igreja e decidi me afastar completamente de Deus. O incrível é que nesse período encontrei muitas pessoas iguais a mim, que estavam na igreja e tiveram grandes experiências com Deus, mas por conta de uma decepção, se afastaram dos caminhos do Senhor. Tudo por falta de maturidade e sensatez.

Nessa nova vida, comecei a conhecer pessoas diferentes. Mudei todos os meus amigos. Agora eu estava em outro ciclo, bem longe da casa de Deus. Minha vida começou a se resumir a festas e drogas, e posso afirmar: a cegueira espiritual existe! Ela tem o poder de te cegar aos poucos e quando você menos espera, está totalmente frio.

Passei a acreditar que a Bíblia é só mais um livro que conta uma história qualquer, pois a rotina no pecado faz isso com a gente.  O pecado me deixou envergonhado, assim como fez com Adão e Eva.

Mas, como ainda havia fragmentos de Cristo em mim, chegou o dia em minha vida que eu pensei: “será que depois de tudo o que eu fiz, Deus me aceitaria de volta?” E ficava sempre me perguntando: “porque eu fui tão longe?” Com essa vida que eu levava, adquiri muitas coisas ruins, uma delas era a depressão, pois ‘’ uma vida sem Deus é uma vida vazia, e com nenhuma certeza nesse mundo’’.

Creio que passei por tudo isso por causa da minha teimosia, mas Deus sempre me mostrou o caminho em que eu deveria andar, que era através da Sua Palavra. Eu já estava cansado de correr de Deus, de querer não aceitar que Ele é real, que Ele é o dono dos meus dias e que apesar de tudo, o Senhor me aceitava de volta.

Quando voltei pra Cristo foi tão doido, que fiquei mais de uma semana sem entender nada. Minha mãe até achou bem estranho, essa mudança de vida, bem fora do normal, mas é exatamente isso que o Espírito de Deus faz: Ele transforma!

Cheguei no meu quarto e comecei a adorar a Deus com o coração bem disposto a entender esse amor de Cristo. Comecei a cantar uma música do Rodolfo Abrantes, que dizia ‘’ Que das minhas feridas saia poder pra curar e cada hora perdida me lembra que não é pra eu parar, até que a casa esteja cheia, até que teu reino venha e que cada coisa esteja em seu lugar, como o pai sonhou, toda terra cheia da sua glória’’. Com essa canção o meu quarto ficou pequeno para tamanha presença de Deus. Me lembro de ter chorado muito sentindo o vazio sendo preenchido pelo Espírito Santo. Me derramei em choro, e cada gota de lágrima representava o meu arrependimento. Sentia meus pensamentos mudando e tendo total reconhecimento do Espírito Santo. Sentia Ele tocando-me.

Sim! Jesus me aceitou de volta! Mas pra isso eu tive que ter atitude. Abri mão do meu ego, coloquei-me no lugar de filho e servo e pus o Senhor acima de todas as coisas. Foram três anos longe d’Ele, tentando me encaixar em uma vida sem Deus. No final peguei minhas tralhas e voltei para a casa de meu Pai, que me esperava com um grande abraço de amor. Ele me deu vida de novo, e uma vida em abundância.

Depois de todo esse processo, o que eu mais pedia em oração era uma igreja onde eu pudesse crescer espiritualmente e que tivesse pessoas apaixonadas por Cristo! Eu necessitava de referências para a nova vida que Deus me deu.

Como referência de pessoa em minha vida, gostaria de agradecer o pastor Pablo, que me apresentou a igreja e meu deu a oportunidade de crescer espiritualmente. Hoje, a igreja Batista Renascer é minha família! Deus vem me surpreendo a cada dia.

Por isso, se você está afastado e pensa em voltar a viver toda aquela vida cheia do Espírito Santo, mas tem vergonha e pensa que Deus não te quer de volta, entenda: só o fato de pensar em voltar, já é o Espírito Santo falando ao seu coração. Saiba que o Senhor te ama e quer te ver bem. Tudo depende de você e de sua atitude.

Deus seja louvado por tudo que tem feito em minha nova vida. Minha fé está firmada na rocha.

A cegueira espiritual existe! – Testemunho de Igor Silva

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo