Quando passamos por uma situação desta, a primeira pergunta é: e agora, o que fazer? Ao analisar cada caso, é possível perceber que medidas simples poderiam ter minimizado, e até eliminado o problema. Por isto, devemos antecipar os acontecimentos.

Guarde seus talões em local bem seguro e não conduza cheques assinados sem o devido preenchimento; prefira emitir cheques nominais ou cruzados e, tente só carregar os talões quando tiver certeza que precisará deles.

Foram tomadas todas as medidas preventivas e, ainda assim, teve seus cheques extraviados? Passaremos então, às medidas paleativas.

Precisamos lembrar que a primeira preocupação agora é evitar maior dano. Então, não tenha dúvida, faça contato com seu banco para sustar as folhas extraviadas. Alguns bancos tem aceitado este contato por telefone. Outros, por e-mail e até mesmo através do caixa eletrônico. Informe-se qual o meio que seu banco disponibiliza para os clientes, e saiba como operá-los.

Sustado o cheque, você estará protegido e poderá então adotar as medidas legais cabíveis para o caso. O Registro da ocorrência deve ser feito numa delegacia mais próxima, e o boletim precisa ser levado à sua agência, pois do contrário, os cheques poderão voltar a ser liberados.

Mantenha em sua posse, uma cópia do boletim de ocorrências, para uma eventualidade do cheque ser pago pelo banco. Além disto, porte documentos, cheques e valores bem protegidos. Evite expor em público, como: comércio, feiras, shoppings, bancos ou mesmo na rua. E lembre-se: A PM está nas ruas para proteger você!

Este foi nosso minuto seguro.

Um forte abraço, acompanhem nossas edições e fiquem na paz do Senhor!

Cheque extraviado

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo