honra
Testemunhos

A Deus toda honra!

Paulo Rogê

Na 8ª edição da Revista Renascer (http://revista.batistarenascer.com/cultive-os-sonhos-de-deus) dei um testemunho em que afirmava a minha convicção no cumprimento das promessas do Senhor em minha vida. “Sei que a Banda Jovens SA tem a sua promessa, pois acredito que os sonhos de Deus são maiores que os meus.”

Pois bem, depois de treze meses dessa declaração, pude contemplar a confirmação dos planos de Deus em minha vida. Tudo que Deus promete, Ele cumpre, pois o Senhor é fiel e nenhuma de suas palavras caem por terra. Mas, o processo para o cumprimento da tão sonhada promessa, na maioria das vezes, é doloroso, e no meu caso não foi diferente.

Há 16 anos aguardo pelo cumprimento dessa promessa, e o texto Bíblico que exemplifica muito bem o atual estado em que me encontro hoje é (Salmos 126:3): “Grandes coisas fez o Senhor por nós, pelas quais estamos alegres”, mas, para chegar até aqui, muitas pedras precisaram ser retiradas do caminho.

Acreditar nos sonhos e continuar crendo, mesmo quando tudo parece contrário, é uma tarefa muito árdua. A Bíblia diz que Abraão escolheu acreditar na promessa, mesmo quando não havia mais possibilidades, e por isso, ele pôde desfrutar do milagre tão esperado.

Me identifico muito com a história de Abraão. Por um instante de minha vida, fui levado a tomar uma decisão muito dolorida. Naquele momento pensei por várias vezes que a promessa de Deus não iria se cumprir. Com 17 anos de um primeiro casamento e três filhos maravilhosos, depois de muitas tentativas para manter o mesmo, após vários perdões e três traições, não teve jeito, me vi em uma situação de separação conjugal. Estava enfrentando o devastador de sonhos e projetos, o famoso divórcio.

Naquele momento pensei que os projetos que Deus tinha a meu respeito haviam se perdido, pois que crédito teria eu sendo um pastor divorciado? Ou qual peso teria a Palavra de Deus cantada e ministrada através da minha vida, tendo um histórico conjugal tão ruim? Esses e muitos outros eram os meus pensamentos. Para mim, a promessa tinha acabado ali, não havia mais o que fazer. Porém, a visão que tive e a minha experiência com Deus, ainda gritavam muito alto dentro de mim.

Quando escrevi a matéria “Cultive os sonhos de Deus”, eu estava completamente abatido e humanamente enfraquecido para acreditar que algo tão grandioso pudesse ainda acontecer. Foi quando Deus, em sua infinita misericórdia, me enviou uma pessoa muito especial, que com o seu jeito tão espontâneo, foi arrancando de mim tudo o que me colocava pra baixo. Deus falava através dela o tempo todo, principalmente quando ela, hoje minha esposa, Nagli Damous Barbosa me dizia: “Eu sou a melhor mulher de Deus para você e se você precisa de alguém para andar do seu lado, sou eu”. Deus me dizia o tempo todo: “Faço nova todas as coisas”.

Pude comprovar que quando a restauração de Deus vem, ela vem por completo. No dia do meu casamento, algo sobrenatural aconteceu: a promessa que espero há 16 anos começou a se cumprir. Nesse mesmo dia, recebi uma ligação de uma grande gravadora no Brasil, a Central Gospel. Eles me ligaram dizendo que as minhas músicas haviam chegado nas mãos deles e que queriam fechar um contrato comigo. Comecei então a viver um novo ciclo. Finalizei o trabalho, um CD intitulado “Através da cruz”, com seis músicas, e assinei o tão sonhado contrato com a gravadora Central Gospel. Daqui a alguns dias, desfrutarei do sobrenatural de Deus, como eu disse na edição nº8.

O que dizer então diante dessas coisas? Como diz o apóstolo Paulo, “se Deus é por nós, quem será contra nós?”. Acreditar na promessa quando não existem mais possibilidades humanas, crer quando a esperança se vai, ou querer vencer uma guerra quando uma das batalhas já foi perdida, é como diz o texto de 2 Coríntios 4:8-9: “Em tudo somos atribulados, mas não angustiados; perplexos, mas não desanimados. Perseguidos, mas não desamparados; abatidos, mas não destruídos”.

Quando tudo parece difícil, quando não há mais possibilidades, Deus sempre faz, porque o Senhor não nos desampara.

Agradeço a Deus por ter me escolhido e por confiar a mim tamanha responsabilidade. Agradeço ao Senhor por permitir as lutas que vieram e por me tornar uma pessoa melhor.

Finalizo então dizendo a você, querido leitor, creia, acredite, não desista, seja firme, assim como uma árvore plantada junto a ribeiros de águas, que dá o seu fruto no tempo certo, pois fiel é Deus para cumprir todas as promessas.

A Deus toda honra!

A Deus toda honra!

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo