honrar nossos líderes
Palavras Pastorais

Devemos honrar nossos líderes?

Fotografia: Vinícius Prats

A Palavra de Deus nos fala muito sobre honra. E exatamente por falar muito nesse assunto, entendemos que honra é importante para Deus. Uma das primeiras citações está em Êxodo 20:12: “Honra teu pai e tua mãe, a fim de que tenhas vida longa na terra que o Senhor, o teu Deus, te dá”. Compreendemos então, que honrar pai e mãe é um mandamento. Mas devemos honrar nossos líderes espirituais, aqueles que são nossos pais na fé? Devemos honrar aqueles que exercem autoridade sobre nós?

O Reino de Deus é exatamente isto, um reino, e por isso, dentro da igreja há autoridades constituídas. Ao honrarmos um líder da igreja, estamos, sucessivamente, honrando a Jesus, e ao honrar a Jesus, honramos a Deus Pai – “Quem recebe vocês, recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. Quem recebe um profeta, porque ele é profeta, receberá a recompensa de profeta, e quem recebe um justo, porque ele é justo, receberá a recompensa de justo”. (Mateus 10:40-41 – NVI). A forma como tratamos um líder, falamos dele e até pensamos a respeito dele, é a forma como tratamos Aquele que enviou o líder.

Deus diz: “Aos que me honram, honrarei, porém os que me desprezam serão desmerecidos(1 Samuel 2:30). Nossa atitude para com Deus se reflete em nosso comportamento para com os líderes da igreja.

Você não pode dizer que teme a Deus se não tem respeito pelas autoridades eclesiásticas. Mas, infelizmente, esse tipo de pensamento é mais comum entre os crentes do que imaginamos. Muitas pessoas não demonstra escancaradamente, por medo de serem rotulados de grosseiros ou indisciplinados. De forma sutil, eles se mascaram com uma aparência de cooperadores e falam como se concordassem, mas na verdade eles carregam a desonra dentro de si.

Pessoas assim honram seus líderes com os lábios, mas seus corações estão longe de honrar os servos designados por Deus. Isto é demonstrado externamente pela forma como eles reagem às ofertas, às mudanças de direção, ou às várias solicitações feitas pela liderança.

Veja o que Deus nos orienta: “Obedecei aos vossos guias e sede submissos para com eles; pois velam por vossa alma(Hebreus 13:17). Esta é a instrução de Deus para o seu povo; portanto, devemos obedecer os líderes de nossa igreja.

Vamos fazer aqui algumas perguntas difíceis. Você comparece ao culto pontualmente? Você percebe que fica lutando consigo mesmo quando seu pastor lhe pede para dar uma oferta especial? Você frequentemente ignora o chamado do seu líder para ajudar no Ministério Infantil, no Corpo Diaconal, como ajudante no estacionamento, no evangelismo, etc.? Você percebe que fica dando desculpas para não participar de uma convocação? Agora, pergunte a si mesmo: se fosse feita uma promessa de 5 mil reais para cada um desses pedidos, você tomaria uma decisão diferente? Reflita na sua resposta e veja se você tem honrado o representante que Deus colocou sobre a sua vida.

Lembre-se das palavras de Jesus: “Quem recebe vocês, recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou” (Mateus 10:40 – NVI). Isto também poderia ser dito assim: quando você valoriza a palavra do seu pastor, você valoriza a Palavra de Deus, porque Deus o enviou a você.

Agora entendemos porque tantos não estão prosperando na vida. No livro de Salmos, lemos: “Plantados na casa do Senhor, florescerão nos átrios do nosso Deus” (Salmos 92:13). Quando somos plantados na igreja local, florescemos na vida, tanto agora quanto no trono do julgamento. Observe que o salmista não diz: “Aqueles que frequentam a casa do Senhor”. Você pode frequentar uma igreja e não ser plantado, pois ser plantado significa que é ali que você entrega a sua vida para servir a Deus. É naquele local que você dizima, serve e obedece à liderança. Quando somos plantados, valorizamos a nossa igreja local, assim como uma árvore valoriza a terra de onde ela recebe vida.

Você pode ter repentes de prosperidade, sucesso e felicidade sem ser plantado na igreja local, mas não experimentará a longevidade dessas bênçãos. Não devemos desejar bênçãos esporádicas, mas sim aquilo que é duradouro e que trará grande prazer e satisfação aos nossos anos finais, e, acima de tudo, quando estivermos diante do trono do julgamento de Cristo, onde todas as coisas serão reveladas.

Se você está plantado na igreja, há de valorizar as palavras dos líderes da sua igreja. Dessa forma, você não será descuidado com aquilo que lhe pedem. Você temerá a Deus e, temendo a Deus, honrará os líderes instituídos por Ele. Fazendo assim, receberá o completo galardão que Deus tem reservado para você.

O pastor John Bevere, em seu livro “A Recompensa da Honra”, testemunha: “em vinte e cinco anos de ministério, dos quais sete em igrejas locais e o restante viajando, percebi que os crentes mais realizados, cheios de paz, felizes, prósperos e vitoriosos são aqueles que têm os líderes da sua igreja em alta consideração e que os amam e se dedicam a eles de todo coração. Eu os vi prosperarem no ministério, nos negócios e na vida. Seus casamentos se mantiveram fortes; seus filhos permaneceram apaixonados por Deus e prosperaram. Eles estão vivendo uma vida plena porque andaram em amor e integridade, guardando seus corações e colocando guarda sobre suas bocas, agradando ao coração de Deus”.

Portanto, tome por exemplo os homens e mulheres da Bíblia que honraram seus líderes e permaneceram próximos ao coração de Deus. Tenha a certeza de que há recompensas para aqueles que honram seus líderes e a igreja, mas a maior de todas é essa: conhecer o coração de Deus e ter com Ele profunda comunhão. Não há nada mais fantástico na vida do que isso.

Devemos honrar nossos líderes?

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo