dinheiro
Minuto Seguro

Dinheiro em caixa: o que fazer?

A função constitucional da Polícia Militar é o policiamento ostensivo preventivo. Isso significa dizer que compete à PM utilizar fardamentos e viaturas que sejam identificadas a qualquer momento e lugar. A Polícia Militar precisa ser vista, segundo a Constituição. Também, lhe atribui a missão de prevenir o crime. A prevenção costuma ser bem mais complexa do que parece. A abordagem aleatória de pessoas, por algum motivo suspeito, faz parte de sua atribuição. Às vezes, o simples fato de você estar em um carro com certas características, como modelo e cor, faz de você um suspeito. Explica-se: um carro do modelo do seu, pode ter sido utilizado em um crime e, muitas vezes, a placa não é o suficiente para identificar, já que pode ser trocada. Mas há outros modos de precaução e que podem ser ações preventivas da polícia, como por exemplo: colocar-se em local movimentado, realizar blitz e postar-se em comércios em momentos críticos (particularmente nos momentos de abrir e fechar o comércio). Infelizmente, o governo não tem ajudado muito. A recente decisão do governo federal em autorizar o comerciante a cobrar preços diferentes para pagamento com cartão e dinheiro, aumentou de forma considerável o dinheiro em caixa, e isso é um risco. Por esse motivo, nosso assunto para essa edição será:

Dinheiro em caixa: o que fazer?

Se você é comerciante e ainda não trabalha com cartão, talvez seja hora de pensar nisso. A política de só receber em dinheiro, oferece um atrativo a mais para os criminosos. Mas, mesmo se você recebe em cartão, ainda assim, é fato que haverá dinheiro em caixa. O conselho é que seja feita a chamada “sangria do caixa” em momentos distintos, sem aviso prévio a seus colaboradores. Não tenha uma rotina no trato com dinheiro e evite fazer isso sozinho. Tenha sempre uma companhia de sua confiança. Não movimente grandes valores em espécie e não confira valores em público ou os exponha. Faça no interior de sua agência ou no escritório da empresa. Evite divulgar valores, mesmo entre funcionários. Não deixe valores acumulados mais de um dia, principalmente nos fins de semana e solicite apoio a PM, quando houver um volume maior.  Lembre-se: a PM está nas ruas para proteger você.

Eu sou o Coronel Viveiros, Presbítero da Igreja Batista Renascer.

Saiba que a única maneira de servir a Deus é servindo ao próximo.

Até a próxima edição e fiquem na paz do Senhor!

Dinheiro em caixa: o que fazer?

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo