mãe
Capa

Especial mês das mães – Mãe: um dom natural

Ser mãe é um presente de Deus, uma tarefa muito difícil, mas muito prazerosa. É um sentimento muito lindo que nos invade sem limites, um sentimento eterno que nos torna protetora incondicional.

Sempre sonhei em ser mãe e Deus me presenteou com dois lindos filhos. Tive meu primeiro filho com 20 anos de idade, pois me casei muito nova. Não me achava pronta para ser mãe, pensava que não conseguiria ser uma boa mãe. Acreditava que eu não saberia o que fazer e que iria deixar o meu filho passar fome. Com o tempo pude perceber o quanto estava enganada, uma vez que no momento certo eu sempre sabia o que fazer, mesmo tendo receio ou medo. Isso significa que Deus deu a cada mulher um dom natural de ser mãe, que nos faz dar 100% de nós.

Ser mãe é se fazer mãe cotidianamente, não somente em palavras, mas também em atitudes. Isso inclui estar presente na vida dos filhos exercendo suas funções de mãe: amparando, cuidando, brigando quando necessário, brincando, amando, protegendo, ensinando e aprendendo nos desafios diários.

Não existe uma fórmula certa ou um manual de instruções para ser mãe. Não é preciso gerar um ser, não é necessário dar vida a uma criança. Uma vez eu li em algum lugar que uma criança adotiva perguntou para sua mãe, como ela poderia ser sua filha, se não cresceu em sua barriga. A resposta de sua mãe foi que para ser mãe não é preciso somente gerar uma criança em sua barriga, mas sim, em seu coração. Isso quer dizer que sendo mãe biológica ou não, sendo tia, madrinha, irmã, madrasta, todas podem ser mães. Basta amar, amparar e se fazer presente na vida de um ser.

A Bíblia nunca ordenou que todas as mulheres fossem mães. Contudo, a Palavra de Deus diz que aquelas que o Senhor abençoa e se tornam mães, devem tomar seriamente tal responsabilidade. As mães têm um papel único e crucialmente importante na vida de seus filhos. A maternidade não é um trabalho ou tarefa desagradável.

Da mesma forma que uma mãe gera seu filho durante a gravidez, e da mesma forma que a mãe alimenta e cuida de seu filho durante a infância, as mães também têm um papel constante na vida de seus filhos, adolescentes, jovens adultos e até filhos completamente adultos. O amor, o cuidado, a educação e o encorajamento que uma mãe dá nunca deve terminar, pois o papel da maternidade deve ser transformador.

Na Bíblia podemos ver vários modelos de mães, mas eu gostaria de citar três exemplos que me chamam a atenção. A primeira é Ana, a mãe do profeta Samuel. Eu vejo Ana como a mãe suplicante, uma mulher estéril que não deixou a dor da esterilidade a abater, mas fez com que Deus ouvisse o seu clamor e lhe desse seu primeiro filho, o primeiro dos grandes profetas de Deus. Depois disso, Deus a abençoou com mais cinco filhos.

A segunda mãe que quero citar é Rispa, para mim essa é a mãe modelo. Ela se mostrou uma mãe incansável, mulher forte e de caráter firme. Para quem não conhece essa história ela se encontra no segundo livro de Samuel, capitulo 21, versículos de 8 a 14. O Evangelho nos conta que Rispa depois de perder seus filhos, passou aproximadamente seis meses vigiando os corpos deles para que as aves de rapina não os comessem, porque ela não tinha onde enterrá-los. Até que o Rei Davi deu as sepulturas dos Reis de Israel para que ela pudesse sepultar os seus filhos. Imaginem o que essa mãe não deve ter passado? Hoje vemos mães que abandonam seus filhos mesmo vivos. Por isso pra mim essa é a mãe modelo, que não abandonou sem filhos nem mesmo depois de mortos.

A terceira e última mãe é Débora, uma líder de Israel, juíza e profetiza. Ela ouvia a Deus e possuía o coração de serva. Ela delegou tarefas e ofereceu louvores. Liderou com autoridade recebida de Deus. Foi uma mãe que se despertou para a nação de Israel, inspirou outros ao seu redor a terem a mesma confiança e venceu a batalha.

Essas são três mulheres inspiradoras que tiveram o dom natural de ser mãe.

Eu tenho orado para que Deus levante em nossa geração mães que sejam assim, dispostas a ser intercessoras na vida de seus filhos e de sua família.

Precisamos de mães que estejam dispostas a ir além, a derramar o coração diante de Deus em fervente oração. Mães que passam mais tempo no altar da intercessão, pois a maior influência que ela pode exercer na vida dos filhos é por meio da oração.

Feliz dia das mães!

Especial mês das mães – Mãe: um dom natural

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo