escolhas
Coaching e Você

Nossas escolhas conscientes e inconscientes

Como fazemos escolhas na vida? Muitas vezes desconhecemos as causas reais e profundas de uma escolha ou nos iludimos com interpretações superficiais das razões dessa escolha. E quando nos referimos às nossas escolhas conscientes e inconscientes? Saiba que o nosso futuro é determinado pelas nossas escolhas.

O fato de você ainda não ter conseguido a casa dos seus sonhos, o carro do ano e o melhor emprego do mundo, não diminuem em nada o seu valor na sociedade. Ao contrário, quanto mais dificuldades você enfrenta, mais ágil você se torna e mais promissor é o seu futuro. Entretanto, para que os sonhos sejam transformados em realidade, escolhas conscientes e atitudes positivas são determinantes nessa conquista.

De maneira geral, pessoas que não sabem o que querem, não fazem o que gostam, não reagem diante das dificuldades e caminham para a infelicidade no longo prazo. E, como diz o ditado, no longo prazo estaremos todos mortos, portanto, enquanto a vida continuar oferecendo a oportunidade de mudança, sempre haverá muito mais felicidade na realização do presente do que na esperança do futuro.

Algumas escolhas na vida são realmente fundamentais: a pessoa com quem você vai se casar; a universidade onde você quer estudar; a profissão que você quer seguir; a casa, o bairro e a cidade onde você pretende morar; a aposentadoria que você almeja ter; portanto, de maneira consciente ou inconsciente, as escolhas do momento presente determinam a colheita do momento futuro. Quase sempre o que falta é a consciência da importância do momento presente.

Como dizia Emerson, o grande pensador americano: “leva tempo para descobrir o quanto somos ricos”. Em geral, o conceito de riqueza está associado ao dinheiro, ao acúmulo de bens materiais e a posição temporária que o ser humano ocupa na sociedade. E isso, quando levando ao pé da letra, também diz respeito às escolhas, ainda que equivocadas, sob o ponto de vista da evolução racional.

No ambiente de trabalho alguém pode escolher insultá-lo, mas você tem a possibilidade de escolher entre a reação e a indiferença. O que muda é a percepção das consequências. A reação acirra os ânimos contrários e o resultado tende a ser catastrófico. A indiferença enfraquece o oponente sem a necessidade de violência, mas é preciso ser mais forte do que ele para evitar o confronto.

profissional

De acordo com Deepak Chopra, escritor indiano radicado nos Estados Unidos, “tanto eu quanto você somos escolhedores infinitos”. Em nossa vida, a todo momento, entramos no campo de todas as possibilidades, onde temos acesso a uma infinidade de escolhas. Ele explica que fazemos escolhas conscientes ou inconscientes, e que se pararmos para refletir, vamos perceber que tudo em nossas vidas são escolhas. Essa lei, segundo ele, é nomeada de Causa e Efeito. Então, devemos usar a arte de pensar e questionar, trazendo as nossas escolhas para o consciente e pensarmos sobre quais serão as consequências daquela escolha e além de nós quem será afetado por ela. Para mim, esse é o grande benefício do processo de Coaching – nos trazer essa prática de questionamento, racionalizando os momentos e nos permitindo agir de uma forma mais consciente, uma vez que inclusive temos muito mais informações sobre nós mesmos, oriundas do autoconhecimento.

Todos os dias, logo pela manhã, você tem acesso a uma infinidade de escolhas: tomar café desesperadamente ou comer o necessário para manter o corpo em sintonia com a vida; despedir-se da esposa e dos filhos com um beijo ou sair de fininho; cumprimentar os colegas de trabalho com um sorriso ou desejar que se danem; ser produtivo ou cumprir mais um dia de martírio; irritar-se no trânsito ou agradecer pela felicidade de possuir um carro para se locomover.

Quer você queira ou não, quer você goste ou não, tudo o que está acontecendo nesse exato momento é resultado das suas escolhas, e um ditado tão antigo continua extremamente atual: “você colhe aquilo que planta”, portanto, se você deseja felicidade deve semear felicidade; se deseja viver num bom ambiente de trabalho, deve, no mínimo, sorrir; se deseja um futuro brilhante, deve levantar o traseiro do sofá, livrar-se do controle remoto e traçar um plano definitivo de ação em direção ao futuro.

Toda vez que você fizer uma escolha, pense sempre nas consequências que a escolha vai proporcionar. Toda ação ou escolha tem uma consequência na mesma proporção. Nossa vida é feita de escolhas o tempo todo e, na maioria das vezes, escolhemos inconscientemente algo que acarretará um efeito na mesma proporção da escolha.

A decisão é sempre nossa, mas muitas vezes escolhemos reações baseadas em memórias condicionadas ou até mesmo em nossas crenças. Se alguém nos ofender por exemplo, somos reativos em nos sentir ofendidos, mas escolhemos isso, e o segredo é observar nossas escolhas, principalmente as compulsivas para que acendamos uma luz em nossa inconsciência.

A escolha pela prosperidade, lhe fará mais próspero. A escolha pela paz, lhe trará mais situações de paz. Em contrapartida as escolhas que geram desconforto e sentimentos negativos lhe trarão efeitos semelhantes. Observe suas escolhas diárias que até então era inconscientes e traga-as para a consciência, analisando se as escolhas lhe geram conforto ou desconforto.

Sinta a reação do seu coração em relação às suas escolhas. Pergunte-se sempre se a escolha lhe fará bem ou mal, e desenvolva essa habilidade de tomar decisões assertivas com base na intuição do seu coração e não em condicionamentos automáticos da mente.

Nossas escolhas conscientes e inconscientes

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo