decisão
Palavras Pastorais

O poder de uma decisão

Nessa edição quero falar com os leitores da revista Renascer um pouco sobre o poder de uma decisão. Tomar uma decisão nem sempre é fácil. Ao longo da nossa vida tomamos várias decisões que podem nos afetar de muitas maneiras, por isso é importante ter sabedoria para tomar a decisão certa.

“Se algum de vocês tem falta de sabedoria, peça-a a Deus, que a todos dá livremente, de boa vontade; e lhe será concedida”. (Tiago 1:5).

A primeira coisa que devemos fazer quando temos que tomar uma decisão é pedir orientação à Deus. Ele nos oferece sabedoria, estratégia e nos dá muitos conselhos através da Sua Palavra.

“Confie no Senhor de todo o seu coração e não se apoie em seu próprio entendimento; reconheça o Senhor em todos os seus caminhos, e ele endireitará as suas veredas”.  (Provérbios 3:5-6).

Você não tem noção como o poder de uma decisão pode mudar a sua sorte, tanto para melhor quanto para pior. Se pararmos para refletir, tudo o que vivemos hoje é resultado de uma decisão: a profissão que exercemos, as pessoas com quem nos relacionamos, a igreja em que congregamos, etc. Até mesmo as marcas e feridas que você carrega são resultados de uma decisão, e você talvez não necessitaria tê-las se tivesse tomado outra decisão no passado. Por isso, é importante que em todas as fases da nossa vida estejamos atentos às nossas decisões; elas podem direcionar o nosso futuro.

Rob Thomson disse: “a vida é feita de escolhas e não de sorte”. Portanto, você é o que é hoje, não por sorte, mas sim por decisões certas e erradas que teve durante a sua vida. Saiba que as suas escolhas são as únicas coisas que você realmente tem o controle.

“A sorte é lançada no colo, mas a decisão vem do Senhor”. (Provérbios 16:33).

Como bom exemplo de decisão temos o livro de Rute. Nesse Evangelho vemos o inusitado: uma nora que decide cuidar, zelar e seguir a sua sogra, o oposto do que vivemos nos dias de hoje. Essa nora teve grandes êxitos no futuro por ter tomado essa decisão. (Leia o livro de Rute).

“Disse, porém, Rute: Não me instes para que te abandone, e deixe de seguir-te; porque aonde quer que tu fores irei eu, e onde quer que pousares, ali pousarei eu; o teu povo é o meu povo, o teu Deus é o meu Deus”. (Rute 1:16).

Hoje, vejo que o problema de tomar boas decisões está em casa. Vemos uma geração desobediente e que não sabe tomar decisões assertivas. Vemos crianças, adolescentes e jovens que não sabem ouvir o comando dos pais, dos professores e das autoridades, desde as situações mais simples até as mais complexas. O resultado de tudo isso é uma família desestruturada e frustrada.

O Brasil hoje é o quarto país em maior número de crime passional do mundo, além de ser o país em que há mais mulheres assassinadas pelos seus conjugues ou parceiros. Quando descobrimos a raiz do problema, percebemos que está na família com problemas triviais do dia-a-dia e nas decisões tomadas sem direcionamento. Vemos moças e rapazes, por exemplo, que se casam sem direção e sem nenhuma orientação, e isso lhes acarretará grandes problemas no futuro.

Quando escolhemos estar nos caminhos de Deus e aceitamos Jesus como único Salvador de nossas vidas, tudo se modifica, pois a vontade e a decisão do Senhor deve prevalecer em todas as situações de nossa vida. Ele é o centro das nossas escolhas.

“Muitos propósitos há no coração do homem, porém o conselho do Senhor permanecerá”. (Provérbios 19:21).

O Senhor nos auxilia nas escolhas diárias, desde as mais simples até as complexas. Por isso, nós cristãos precisamos estar atentos e submissos à vontade de Deus para as nossas vidas. Em tempos de pós-modernidade, ter essa visão a respeito de nossas decisões e escolhas, parece um paradoxo, pois as pessoas hoje querem “curtir” a vida, sem dar satisfação de nada para ninguém. Elas não pensam no futuro e nem querem ser guiadas por nada, a não ser pelos seus impulsos e emoções momentâneas.

Não adianta culpar as pessoas e o mundo pelas escolhas erradas que você tomou no passado. Todos nós já tomamos decisões erradas na vida e elas só nos trazem sofrimentos e atrasos. A vida cristã não é uma ilha, nós dependemos sempre de Deus e de alguém. Que mude o mundo da forma que queira mudar, mas você cristão não pode mudar os princípios estabelecidos por Deus.

“Quando não há conselhos os planos se dispersam, mas havendo muitos conselheiros eles se firmam”. (Provérbios 15:22).

Portanto, independentemente da situação, seja cuidadoso com as suas decisões. Entenda que as nossas escolhas de hoje nos permitem aproveitar as oportunidades que surgem no futuro.

Não tenha medo de decidir, pois as consequências de uma boa escolha podem ser incrivelmente positivas. Em caso de insucesso, peça a direção do Senhor e encare as consequências como um aprendizado. Contextualize um novo cenário com as lições aprendidas, e esteja sempre disposto a recomeçar.

Lembre-se: as suas escolhas tem o poder de mudar o rumo da sua vida, pois promovem um autoconhecimento e trazem motivação para seguir em frente.

Reflita: quais são as decisões que você tem tomado cotidianamente?

Deus te abençoe!

O poder de uma decisão

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo