desafios da igreja
Capa

Os desafios da igreja

Nessa edição, quero falar com os queridos leitores da Revista Renascer sobre os desafios da igreja pós-moderna. Veja o que diz o Evangelho em Mateus 17:14-21:

“E, quando chegaram à multidão, aproximou-se-lhe um homem, pondo-se de joelhos diante dele, e dizendo:
Senhor, tem misericórdia de meu filho, que é lunático e sofre muito; pois muitas vezes cai no fogo, e muitas vezes na água; E trouxe-o aos teus discípulos; e não puderam curá-lo.
E Jesus, respondendo, disse: Ó geração incrédula e perversa! até quando estarei eu convosco, e até quando vos sofrerei? Trazeimo aqui.
E, repreendeu Jesus o demônio, que saiu dele, e desde aquela hora o menino sarou.
Então os discípulos, aproximando-se de Jesus em particular, disseram: Por que não pudemos nós expulsá-lo? E Jesus lhes disse: Por causa de vossa incredulidade; porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: Passa daqui para acolá, e há de passar; e nada vos será impossível.
Mas esta casta de demônios não se expulsa senão pela oração e pelo jejum.”

(Mateus 17:14-21)

Esse texto de Mateus aponta coisas muito importantes para nós. Veja que os problemas não mudaram, de 2 ou 4 mil anos atrás para os dias de hoje. Talvez o que mudou foi a forma com que vemos as coisas, e como fazemos a leitura disso, sobretudo nessa pós-modernidade em que as pessoas estão tentando inventar um Evangelho diferente, ou uma forma diferente de servir à Deus de maneira que traga menos peso para a vida delas.

Vemos no versículo 14 a impotência dos discípulos, a incapacidade em expulsar aquele demônio. Eles já estavam há um tempo com Jesus, já tinham tempo de caminhada com ele, mas não conseguiram. O pai do garoto confirmou que eles não deram conta de fazê-lo. Imagino que todos os discípulos tentaram, mas o pai do garoto frustrou-se.

As grandes necessidades das nações estão diante de nós, e o que nós estamos fazendo? O que você como igreja está fazendo? Primeiro temos que desconstruir uma ideia de igreja que adotamos e que está equivocada. A igreja não é o espaço físico. A igreja sou eu, e você! Você não precisa estar em um determinado lugar para receber poder, ou para ser cheio do Espírito Santo. Nos encontramos em um lugar para juntos adorarmos ao Senhor, prestarmos a Ele um culto e nos rendermos a Ele em comunhão, mas entenda que onde você estiver, você é a igreja! Por onde você passar, você é igreja!

Não é espantoso que a igreja hoje ande em tão pouco poder de Deus e que o mundo olhe para a maioria dos crentes sem encontrar resposta para suas necessidades? O mesmo aconteceu nessa passagem. Hoje isso apenas piorou, porque estamos tentando inventar um Evangelho light e menos radical. A palavra radical no hebraico significa ‘ir ao fundo’, ‘ir à raiz’, por isso, como Jesus disse, precisamos ser radicais. Se o seu olho te condena, arranca-o. Em outras palavras, Jesus está dizendo: “isso te impede de ir para o céu? Então tome providência!”

Temos andado em pouco poder, porque queremos que o Evangelho seja mais liberal e menos intenso. Com tudo isso, nós vamos perdendo o poder de impacto. Nós estamos comprometidos com coisas que não nos trazem crescimento. Você precisa entender que você é a resposta para a necessidade das pessoas.

Muitos vão à igreja apenas quando tem algum pregador de renome, ou um cantor diferente. Com esse sentimento, nós vamos nos perdendo. Temos que mudar de pensamento e começar a cumprir o nosso verdadeiro papel como cristãos. Se não fizermos isso, teremos que conviver com o sofrimento das pessoas sem poder fazer muita coisa.

No versículo 17 de Mateus, vemos que Jesus não desperdiçou palavras no que ele quis dizer aos discípulos: “Gente má e sem fé! Até quando ficarei com vocês? Até quando terei de aguentá-los? Tragam o menino aqui! ”. Nós precisamos fazer a nossa parte, e fazê-la bem feito.

Em seguida, os discípulos confusos, meio que frustrados, derrotados e muito envergonhados, pediram uma conversa em particular com Jesus: “Por que foi que nós não pudemos expulsar aquele demônio?”. Em sua resposta, Jesus nos mostra qual é a dimensão e o nível espiritual em que Ele quer que a igreja caminhe. É nesse nível que precisamos começar a andar. Não é uma tarefa fácil, e nem algo que acontece do dia para a noite, mas Deus quer nos levar a essa dimensão. Somente dessa forma nós seremos a resposta para um mundo que não tem outro anseio, a não ser Deus.

Nós estamos convivendo e aceitando o pecado em nossas vidas e em nossa casa. Além disso, é muito mais fácil reconhecer o pecado no outro do que em nós mesmos. Mas, precisamos mudar isso, para que a igreja exerça seu papel como deve ser. Não são poucas as pessoas que hoje estão totalmente alheias a fazer diferença no mundo espiritual.

Precisamos nos voltar aos pés da cruz e buscarmos mais a face de Deus. O inimigo está nos distraindo com muitas coisas, como conversas, fofocas, televisão, internet e celular, e o resultado disso são pais desesperados por não saber lidar com os filhos. Oração e vida com Deus é a resposta para que as coisas tomem a direção certa em nossa vida.

Jesus, no particular com os discípulos, os orienta. Jesus ensinou dois ingredientes imprescindíveis para a igreja: oração e jejum. E são os principais ingredientes que a igreja tem se esquecido. Na oração existe resposta, por isso ore e jejue! A única esperança do mundo é a igreja, composta por homens e mulheres que aprenderam a prevalecer com Deus em oração. A oração nos aproxima de Deus, e isso alivia a nossa alma cansada e sedenta.

Infelizmente as pessoas não conseguem compreender que nossas guerras não são ganhas no campo do conhecimento e da inteligência, mas na oração. Você não vai mudar sua casa baseado em você mesmo, mas no tempo que você tem com Deus. Não pertencemos a cultura desse mundo, pois a nossa cultura vem dos céus.

Portanto, o nosso desafio hoje enquanto igreja é nos estabelecer em Deus e eliminar todas as distrações deste mundo. Por isso, posicione-se! Deus abençoe a sua vida e a sua casa!

Os desafios da igreja

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo