segurança comunitária
Segurança em pauta

Segurança comunitária

Paulo Rogê

As polícias são encarregadas de garantir a segurança pública. A conscientização das pessoas sobre seus direitos e deveres é essencial para o pleno exercício da cidadania. O conhecimento dos direitos e dos deveres pelos cidadãos proporciona maior transparência no relacionamento das polícias com a comunidade e aumenta a credibilidade dos órgãos de segurança pública.

VOCÊ SABE O QUE É SEGURANÇA COMUNITÁRIA?

É a segurança que integra ações policiais com atividades em que o cidadão, de forma ativa, participa da produção de segurança pública, seja na sua rua, no bairro ou no comércio. Essa cenário está contido no Artigo 144 da Constituição Federal: “A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio…”. Portanto, não somente é dever do Estado, mas nossa responsabilidade.

VOCÊ CONHECE OS PROJETOS “VIZINHAÇA SOLIDÁRIA” E “COMÉRCIO SEGURO”?

Em sua essência, são projetos de prevenção situacional, que por meio da aproximação de vizinhos (Vizinhança Solidária) ou comerciantes (Comércio Seguro), facilitam as ações policiais através da mudança de comportamento, em que o cidadão ou comerciante deixa de ser uma vítima fácil para se tornar um fiscal de segurança, no intuito de contribuir na redução dos índices de criminalidade na sua região, além de melhorar a sensação de segurança na comunidade.

Qualquer morador ou comerciante da região onde o projeto está implantado, que não possua antecedentes criminais ou conduta social desabonadora, pode participar desse projeto, desde que seja voluntário e esteja disposto a colaborar com a segurança e bem estar da comunidade da qual faz parte através da mudança de condutas, no sentido de identificar possíveis atitudes suspeitas e se comprometer a atuar como fiscal de segurança.

Quem ganha com a participação nos projetos? 1) A Comunidade local – pela sua capacidade de organização, mobilização e proteção social. 2) A segurança pública – porque utiliza-se dos olhos e dos ouvidos dos moradores e comerciantes com a finalidade de potencializar sua capacidade de prevenir crimes e manter a ordem. 3) E você cidadão – porque esta é uma maneira de obter mais proteção, sensação de segurança e qualidade de vida para você e sua família.

No site: http://conseg.ssp.go.gov.br consta uma cartilha com as Diretrizes para uma Polícia Cidadã, além de outros assuntos relacionados. O telefone (62) 3201-1008 da gerência dos conselhos comunitários de segurança, também está disponível para aferir aos projetos comunitários aqui citados. Fique atento!

Segurança comunitária

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo