Testemunhos

Testemunho de Cura: Dr. Paulo Marcelo

O meu testemunho começou no dia 01 de maio desse ano, data a qual eu completei 50 anos de idade. Estava em viagem para os Estados Unidos e voltei para o Brasil para passar essa data especial com a minha família, mas antes mesmo desse dia, eu já vinha apresentando uma dor de estômago muito forte. Era uma dor tão intensa que me acordava de madrugada com grande incômodo. Para tentar amenizar a dor, eu iniciei um tratamento básico desde janeiro, mas sem melhoras.

No dia seguinte ao meu aniversário, eu apresentei um quadro de dor muito intensa, e na mesma hora eu liguei para um médico amigo, relatando a minha dor e já agendando um exame de endoscopia. No dia 03 de maio fui fazer a endoscopia. Quando acordei do exame, vi que o médico estava bem assustado. Me disse que eu estava com um tumor grande no estômago, e que eu já deveria ir para São Paulo. O médico, imediatamente, pediu uma tomografia para ver se não tinha metástase ou tumor em outras regiões, uma vez que pela dimensão do problema, poderia estar comprometendo outros órgãos do meu corpo. Neste momento nascia um novo homem, aquele antigo Paulo nunca mais seria o mesmo.dr-paulo-marcelo testemunho

Quando eu recebi essa notícia, mesmo abalado, em momento algum eu me rebelei ou questionei à Deus. A minha oração foi pedindo revelação para entender o propósito do Senhor em minha vida. Meu desejo era que o Espírito Santo me consolasse e me conduzisse. Não queria pecar por falar sem pensar.

Após fazer o exame de tomografia, fui para São Paulo consultar com o médico que iria me acompanhar. Antes da viagem, Deus operou de maneira poderosa através da minha filha. Ela nunca havia exercido sua fé de maneira tão forte. Ela pediu o óleo de unção, e pela primeira vez, orou em minha presença, profetizando e ministrando a cura.

Viajamos para São Paulo e começamos a experimentar os milagres do Senhor. Ao me examinar e consultar os meus exames, o médico ficou impressionado de ver que não tinha nenhum tumor no meu fígado e nem metástase a distância, confirmando o exame feito em Goiânia. Glória a Deus! Milagre! Foi estabelecido como protocolo de tratamento 4 sessões de quimioterapia quinzenais, uma cirurgia para retirada completa de meu estômago, e mais 4 sessões de quimioterapia após a cirurgia. A batalha estava começando, mas eu sei em quem tenho crido!

Nós decidimos orar e declarar a cura, antes mesmo de experimentá-la. Teríamos pela frente uma maratona de exames para estadiamento do tumor.  Pela Fé, experimentei o zelo e o cuidado do Senhor. No dia seguinte, fui ao shopping, e ao sair de um banheiro, dois seguranças vinham em minha direção, e de forma surpreendente, um deles disse para o outro, assim que passou por mim: “Todas as coisas cooperam para aqueles que amam à Deus” (Romanos 8:28). UAU! Dentro de um banheiro em uma cidade de 10 milhões de habitantes! Naquele momento tive a convicção de que Deus estava no controle de todas as coisas.

Alguns dias depois, ao sair de um laboratório, em plena Avenida Paulista em São Paulo, um violonista tocava Agnus Dei no meio da multidão. Uma cena completamente improvável para o lugar, uma vez que essa avenida sempre é tomada de muita agitação e correria. Falei para minha esposa que Deus estava ali, e paramos imediatamente tentando localizar a música. Adoramos a Deus pela providência!

Quando busquei os resultados daqueles exames que fiz naquele dia, mais uma vez fomos surpreendidos positivamente, pois todos os meus exames deram resultado negativo. Mais um exame mostrando que não havia metástase! Aleluia! Que o nome de Jesus seja exaltado!

A proposta de tratamento do tumor que estava instalado em meu estômago foi estabelecida como combinada. Então, fui para a minha primeira quimioterapia. Assim que cheguei naquele hospital, o Senhor colocou em meu coração para que tudo aquilo que eu fizesse naquele lugar fosse consagrado à Deus. Com essa revelação, fiz o propósito de que tudo aquilo que viveria seria sobre a graça e a direção de Deus. Sempre estaríamos orando na entrada e na saída de todo procedimento, e em tudo, Deus seria glorificado. Decidimos caminhar pela fé!

Se eu fosse olhar do ponto de vista da estatística ou pensasse como médico, eu estaria transtornado, pois era uma patologia grave, mas o que é estatística onde a vontade de Deus é soberana! Para que pensar de maneira natural, se somos seres espirituais? Eu entendi que para quem vive em Cristo não existe estatística, e sim a vontade de Deus. Por maior que seja as dificuldades, o Senhor pode mudar qualquer estatística. Precisamos viver na dependência.

A minha quimioterapia foi estabelecida pela medicina como a mais forte em termos de medicamentos, visto a gravidade do tumor. Fiquei um pouco apreensivo, pois eu já havia presenciado um paciente falecer em sua primeira quimioterapia.

No início da quimioterapia decidi colocar uma música aleatória, um louvor, pois sei que Deus opera por meio de louvores. Havíamos acabado de orar, profetizando a cura através daqueles medicamentos. A letra daquela canção, escolhida por ELE, pois foi aleatória, já descrevia o que estaria por vir em minha vida:

“Ouço a voz e uma doce melodia que subiu ao céus, a força dos ventos e o seu barulho como um trovão, a chuva que cai do céu, rega o que eu plantei, o choro e a dor passou, chegou o tempo de alegria, um novo dia surgiu, com ele o sol brilhou, trazendo esperança, um novo tempo começou”.

Foi dessa forma que a minha quimioterapia começou, e com ela, veio também um novo tempo.

O Senhor foi tão maravilhoso, que durante esse processo de quimioterapia, nunca precisei tomar nenhum medicamento para os efeitos colaterais, o que é normal em pacientes que se submetem a esse tipo de tratamento, em função das náuseas, vômitos, diarreias e outros efeitos indesejáveis causados pelos quimioterápicos. O Senhor colocou em meu coração que destruiria todas as células malignas, e que me preservaria dos efeitos indesejáveis. Eu creio! E quando Deus fala, precisamos crer, lançar fora o medo e a dúvida.

A cada passo, o Senhor começou a se manifestar de maneira grandiosa, com restauração, perdão e renovo espiritual. Decidimos então, fazer um culto em ação de graças, 1 semana após a quimioterapia, louvando à Deus pela cura e pela vitória já profetizada. Agora só faltava o dia da revelação plena. Ao final do culto, uma irmã me procurou e confirmou uma palavra profética que eu havia recebido de Deus há 19 anos atrás, um chamado.

Recebemos muitas orações e intercessões de irmãos, amigos e congregações, que se mobilizaram em favor da minha saúde, da minha vida e da minha casa. Todas as orações foram muito importantes para nós! Não sei como seria se não fosse pelas intercessões, pelo amor dos irmãos e pelo sustento espiritual movido por cada um.

Na minha segunda quimioterapia, ao sair do hospital, uma senhora veio até mim, com uma tesoura e uma palavra profética. Primeiro, ela cortou a pulseira que estava em meu braço, indicando que eu era um paciente em tratamento de câncer, e depois ela declarou a cura sobre a minha vida. Que cuidado! Ela disse: “os filhos de Deus podem passar por provas, mas tudo isso são provações para que a glória de Deus seja revelada”. O Senhor separa anjos para te alcançar. Apenas creia!

O fato é que depois da minha primeira quimioterapia eu nunca mais senti nada em meu estômago. Nunca mais senti dores e incômodos. Mas, ainda havia uma cirurgia pela frente: a retirada do meu estômago, pois seria através dela que se estabeleceria a cura completa da minha enfermidade. Eu já estava curado no espiritual, agora a revelação da cura viria no tempo de Deus.

Na terceira quimioterapia, tivemos outra revelação de Deus através de sonhos, onde 3 pessoas tiveram a mesma manifestação, dizendo que tinham visto uma mão retirando o meu estômago. Todos acreditaram que eu já estaria curado, e não precisaria mais fazer a cirurgia, pois essa mão era a do Senhor, o que realmente era, mas não da forma que estávamos interpretando.

Deus então me revelou em Sua Palavra que mesmo que o meu exame de endoscopia apresentasse um resultado de melhora,  eu faria a cirurgia, me submetendo a autoridade médica. Pois havíamos O escolhido e tivemos paz em oração.  Entendi que o estabelecer desse milagre era através do procedimento de retirada de estômago. As muralhas cairiam pelo mover miraculoso do Senhor, mas a tomada de Jericó (da cura, do milagre) seria a fio de espada.

Então, para a surpresa de minha família, um dia antes da minha cirurgia, meu sogro foi encaminhado ao centro cirúrgico para uma cirurgia no Fêmur, fruto de uma fratura grave produzida por uma queda. O ambiente se tornou pesado pela preocupação, mas lançamos nossos medos e ansiedades à Deus. Minha esposa se levantou como uma guerreira, com fé, determinação e convicção de que Deus estava no controle de tudo, e apesar dos medos, se manteve firme na Palavra. Louvo à Deus pela esposa que Deus colocou ao meu lado.

No dia seguinte fiz a cirurgia, exatamente há 11 dias, a qual demorou 15 horas para ser finalizada. Através do poder de Deus e da oração dos irmãos, me restabeleci de maneira impressionante. Mais uma vez, a força, o poder e a dimensão de Deus foi manifestada naquele hospital.

Em todos os momentos que passamos, posso declarar que o Espírito Santo nos consolou e renovou. Em todos as horas, Deus esteve conosco naquele hospital e também durante a cirurgia. O consolo do Espírito Santo é indescritível!

A fé prevaleceu sobre o que a medicina determinou, muitas dúvidas médicas levantadas pela equipe, pois após a retirada de um estômago muitos desconfortos podem aparecer. Porém, nada daquilo previsto pela medicina ocorreu comigo. Fui muito bem sucedido após a cirurgia. As nutricionistas ficaram impressionadas com o que eu estava me alimentando, mesmo sem estômago. Conclui que não precisamos de estômago quando Deus é a nossa rocha.

Voltamos ao retorno com o médico cirurgião, um dos mais competentes da USP. Durante a consulta, o Espírito Santo começou a me incomodar me mandando orar com o médico.  Resisti no começo, pois orar com um médico, no consultório, durante uma consulta, seria algo bem diferente e ousado. Deus me mostrou que aquela mão que foi vista em sonho profético por algumas pessoas, era a mão daquele médico usada pelo Senhor para realizar a minha cirurgia com sucesso. O sonho estava revelado, e o vaso escolhido por Deus havia sido estabelecido. Glória a Deus! Deus separa pessoas, profissionais, que são usados por ELE a nosso favor.

Após 1 semana, ao receber o laudo de tudo aquilo que foi feito em minha cirurgia, pude comprovar a cura. Não havia mais câncer em nenhum órgão do meu corpo. A Palavra, a promessa e tudo o que Deus havia revelado 90 dias antes, havia sido confirmado pelos exames pós-cirúrgicos. Creia, e verás sempre o Poder de Deus.

Agora começava um novo tempo, e todas as complicações do nosso dia-a-dia, foram resumidas por Deus apenas em uma palavra profética: A TUA FÉ TE BASTA!

Hoje, estou ao final do tratamento, pois ainda tenho que fazer mais 4 sessões de quimioterapia.  Eu creio que a minha vitória já foi estabelecida pelo poder do Espírito Santo de Deus. Já tomamos posse!

Por isso, devemos descasar em Deus, pois Ele está no controle de todas as coisas!

Pare de lutar por força própria, deixe o Criador de todas as coisas cuidar de você e de sua família!

Saiba que a tua fé te basta, o resto, apresente ao Senhor e descanse!

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo