transporte
Minuto Seguro

Uso transporte coletivo: como posso me proteger?

Furto e roubo são modalidades bem distintas de crime. O código penal define, nos artigos 155 e 157 o que é um e o que é outro. Segundo a lei, só há roubo (ou assalto na linguagem comum), quando houver ameça ou violência contra a pessoa. Sem isso, teremos o furto. Ao contrário do que se pensa, o furto é bem mais comum do que o roubo. Não temos tantas notícias sobre furto porque nem sempre a pessoa sabe que foi furtada. Outras vezes, mesmo sabendo, a pessoa não registra a ocorrência.

É importante entender que o furto, assim como o roubo, muitas vezes é um crime de oportunidade. Crime de oportunidade é aquele em que o malfeitor poderia nem estar pensando em praticar determinado crime, mas as condições são tão favoráveis que ele não perde a oportunidade. Isso quer dizer que, com medidas simples, poderíamos evitar muitos crimes. Uma bolsa no carrinho de supermercado, enquanto olhamos a gôndola, uma carteira na mesa de um estabelecimento, ou mesmo a porta que deixamos sempre aberta. Mais comum ainda, são os furtos em locais de grande aglomeração e, particularmente, no transporte coletivo. É praticamente impossível para a polícia coibir estes crimes, mas você pode se ajudar com alguma precaução. Por isso, vamos falar sobre?

Uso transporte coletivo: como posso me proteger?

Se você utiliza o ônibus coletivo para trabalhar, fazer compras e até mesmo passear, precisa adotar certos cuidados. A aglomeração de pessoas facilita a ação de punguistas. O melhor neste caso é nunca ficar parado nas portas de entrada e saída do veículo. Estes são os locais mais vulneráveis, pois o fluxo de pessoas é constante. Também, evite levar objetos de valor muito visível, como celular, carteira, dinheiro e joias. Se estiver com bolsa à tira-colo, sugiro que a leve na frente e junto ao corpo. Quanto mais cheio o ônibus, maior deve ser o cuidado. Procure não ficar cercado por pessoas e observe se não estão tocando em você, pois esta pode ser uma estratégia para tirar sua carteira. Mas, se isso não for possível, viaje atento aos bolsos e a qualqer toque que receba. Lembre-se: a PM está nas ruas para proteger você.

Eu sou o Coronel Viveiros, Presbítero da Igreja Batista Renascer. Saiba que a única maneira de servir a Deus é servindo ao próximo.

Uso transporte coletivo: como posso me proteger?

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo