alana sousa
Testemunhos

A minha força vem do Senhor!

Fotografia: Paulo Rogê

A minha força vem do Senhor! Uma frase clichê, mas que definitivamente representa a atual fase da minha vida! Meu nome é Alana Sousa Borges, tenho 30 anos, sou casada com o Carlos Silva, sou mãe de duas princesas Maria Alice (5 anos) e Cecilia (2 anos).

Me casei aos 22 anos e como toda jovem, eu era cheia de sonhos e projetos. Entre esses sonhos haviam dois em especial: primeiro o de formar em Enfermagem, e segundo o de me tornar mãe. Por várias vezes tentei fazer outras coisas que não tinham relação nenhuma com o meu sonho inicial do curso de enfermagem, e por isso sempre acabava frustrada, desanimada e sem nenhuma perspectiva de alcançar esse sonho.

Tive a minha filha Maria Alice, e meu esposo sempre esteve ao meu lado, me apoiando, incentivando a não desanimar e nem desistir. Posso até afirmar que ele é o meu maior incentivador e o que mais acredita na minha capacidade de vencer!

Eu sempre fui muito reprimida em meus anseios, ficava assustada com a possibilidade de ter que me arriscar em fazer algo e decepcionar alguém! Sabe aquela sensação de falhar e ter dedos apontados para você? Era exatamente assim que eu me sentia.

No ano de 2015, resolvi fazer o curso Mulher Única, que foi um divisor de águas com relação aos meus sentimentos e minhas decisões. Durante esse tempo, fiz vestibular e passei para um curso que não era o que eu queria, mas que abriu portas e possibilidades futuras. Porém, surgiu uma oportunidade para meu esposo fazer uma pós-graduação fora do país e como era uma oportunidade única, eu como esposa, decidi apoiá-lo e acompanhá-lo. Entendi que meu sonho não estava anulado, mas só foi adiado.

Passamos um período de um ano e meio e nesse espaço de tempo, nasceu nossa segunda filha, Cecilia. Retornamos para nosso país, nossa casa, nossa igreja! E agora o que eu iria fazer?  Finalmente, após seis anos de casada e com duas filhas pequenas, criei coragem e ingressei em uma faculdade particular, no curso que eu sempre desejei.

No primeiro momento confesso que fiquei assustada. E agora, como pagar a mensalidade? Afinal, somente meu esposo trabalhava para nos manter, as contas que já não eram poucas iriam aumentar e muito. Além da mensalidade, teríamos que pagar alguém para ficar com nossas filhas. Estava eu em meio a um grande desafio: o de equilibrar as finanças, conciliar a vida de mãe, esposa, dona de casa e agora estudante. Como conseguiria fazer tudo isso? Como exerceria com excelência todos esses papéis, sem negligenciar nenhuma das minhas funções? Lembrei-me então da Palavra do Senhor para Josué: “Não te mandei eu? Esforça-te, e tem bom ânimo; não temas, nem te espantes; porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares”. (Josué 1:9).

Com uma sensação de conquista, comecei a ver o meu sonho tornar-se realidade, ganhar forma, e isso me fez perceber que apesar de ter feito o caminho inverso, Deus me sustentaria para exercer papeis tão distintos e com total equilíbrio.

Não é fácil! Eu já tinha convicção disso, mas parece que quanto mais difícil, melhor e maior será o gosto da vitória. Todavia, eu queria mais, queria que meu sonho fosse completo e para que isso acontecesse eu deveria ousar e alçar voos mais altos.

Decidi então fazer a prova de vestibular, mas dessa vez queria estudar em uma universidade pública. Fui chamada para disputar com várias pessoas as vagas remanescentes. Tinham somente duas vagas e dez pessoas na disputa, eu era a 6° colocada, algo impossível de acontecer. Mas aí está a beleza do agir de Deus! O impossível aconteceu: eu, que no dia anterior havia acabado de completar 30 anos, recebi do Senhor o meu presente. Me tornei estudante da Faculdade de enfermagem da Universidade Federal de Goiás. Naquele momento, um misto de sentimentos tomou conta de mim, gratidão, alegria, lágrimas escorriam pelo meu rosto e um grito guardado a tanto tempo, finalmente ecoou da minha boca! Glória a Deus, tudo d’Ele, por Ele e pra Ele!

Tenho enfrentado muitas lutas, pois nada é fácil. Há mais ou menos dois meses, minha mãe sofreu um Acidente Vascular Cerebral Isquêmico, e isso me tirou o chão, pois sou filha única, e mais uma vez me encontrei diante de uma situação de escolha entre continuar estudando em período integral, cuidar da minha família e os cuidados com minha mãe.

Muitos me falaram para desistir da faculdade, porque não conseguiria enfrentar a rotina desgastante que estaria por vir. Orei ao Senhor e mais uma vez Ele me lembrou do versículo de Josué (1:9). Então, pude entender que, não era com minha força, nem com minha capacidade, mas que tudo que eu preciso para ter êxito na minha vida, veem única e exclusivamente de Deus, que me sustenta e me fortalece todos os dias!

Hoje, dois meses após a minha mãe se recuperar do AVC, vemos que as sequelas consequentes da doença são quase imperceptíveis. Continuamos com uma rotina de consultas médicas, acompanhamento fisioterapêutico, alinhados a minha vida de mãe, esposa e estudante do 2° período de enfermagem.  Sei que tenho um longo caminho a percorrer, e que ainda enfrentarei muitas batalhas, mas estou em paz, porque sei que a minha força vem do Senhor!

A minha força vem do Senhor!

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo