Revista Renascer

cura
Sem categoria

A última palavra vem de Deus

Nesse mês de maio, comemoramos o mês das mães, e é com muita alegria que venho testemunhar o meu milagre com os leitores da Revista Renascer. Posso dizer que eu e meu filho tivemos uma experiência única com o Senhor. Hoje posso afirmar: realmente a última palavra vem de Deus!

Grávida do meu segundo filho, em outubro de 2013, durante um exame de rotina, um ultrassom morfológico, o médico me informou que meu filho tinha uma má formação facial. Ele me encaminhou a um especialista para um diagnóstico mais detalhado. Por sua vez, esse especialista, confirmou o diagnóstico e acrescentou que provavelmente o meu filho nasceria com o palato aberto (fenda palatina) e sem a gengiva. Esse médico também me alertou que após o nascimento teria a possibilidade de descobrir outras complicações que ele não conseguia detectar pelos exames.

Assim que recebi o diagnóstico, junto com minha família e amigos preparados por Deus, iniciamos uma grande luta espiritual. Foram dias intensos de muita oração e campanhas ininterruptas pela vida do meu filho. A cada dia eu me sentia mais fraca fisicamente, mas com a certeza de que a última palavra vem de Deus.

Minha gestação que já não ia muito bem, ficou muito mais difícil e delicada. Os quatro meses seguintes foram de muito sofrimento, medo e dúvidas. Eu não conseguia alimentar direito, estava muito abalada emocionalmente e não ganhava peso. Durante toda a gravidez engordei apenas quatro quilos. Realmente fui sustentada pelo Senhor!

Na madrugada do dia seis de fevereiro de 2014, meu filho Marco Antônio nasceu. Para a perplexidade de todos, inclusive do médio, ele nasceu super saudável, pesando 3,650 quilos. Foi realmente constatado que as nossas súplicas e orações foram atendidas. O médico examinou e viu que o palato estava fechado e a gengiva estava em perfeita condição. Havia apenas uma pequena fenda labial, bem pequena mesmo. Um verdadeiro milagre!

Contrariando o que o médico tinha dito, mesmo com a pequena fenda labial, meu filho conseguiu amamentar logo após o seu nascimento. Era um bebê saudável e que faria apenas uma correção estética. Glória a Deus!

Quando ele completou dois meses de vida, levamos para uma consulta no Estado de São Paulo em um Centro de Referência. Lá ele foi avaliado por uma junta médica que confirmou que meu filho não tinha nenhuma má formação interna. Mais uma vitória!

Com quatro meses de idade ele fez a cirurgia reparadora. Jesus, mais uma vez nos surpreendeu. Logo após acordar da anestesia, ainda muito agitado no meu colo, depois de horas em jejum, ele não conseguia mais amamentar em mim. Tínhamos sido alertados pelo médico que provavelmente isso aconteceria, devido às dores e o incômodo dos pontos.

Fomos para o quarto do hospital, e com meu filho no colo, orei dizendo: “Jesus, assim como o Senhor permitiu que ele amamentasse em mim quando nasceu, permita agora que ele volte a mamar”. Quando acabei de orar, ele ainda estava chorando muito, tentando sugar, porém o local da cirurgia sangrava. Comecei a cantar as músicas que eu cantava pra ele quando estava grávida. Então, Jesus anestesiou a dor dele e, milagrosamente, ele começou a sugar. Para honra e glória do Senhor Jesus, meu filho amamentou até os dez meses de idade. Quem é mãe sabe como o bebê acalma no seio, e isso nos ajudou muito no pós-operatório.

O médico também disse que não nasceria dente perto do local onde havia feito a cirurgia, e novamente fomos alcançados pelo favor do Senhor, pois o dente nasceu normalmente.

Hoje o Marco Antônio tem cinco anos, e sabemos que Jesus fez um milagre, transformando o que poderia ser um extenso sofrimento em um lindo testemunho. Tudo isso para declarar que a última palavra vem de Deus, não importam as circunstâncias.

Eu não conheço a realidade de vocês que agora leem esse testemunho, mas gostaria de encorajá-los a pensar sobre isso: a última palavra sempre será a do Senhor, não importa o diagnóstico, não importa o que seus olhos veem, tampouco o que suas emoções dizem. O Eterno tem o controle absoluto de todas as coisas. Creia que tudo coopera para o bem daqueles que amam a Deus. Apenas descanse em Seus braços de amor, pois são braços que me sustentaram quando eu já não conseguia estar de pé.

Deixo para vocês, leitores, um versículo bíblico que amo: “Quando estiver na escuridão e não tiver luz nenhuma, confie no Senhor e recline-se sobre o seu Deus”. (Isaías 50:10b).

A última palavra vem de Deus

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo