Revista Renascer

missionário
Entrevistas

Entrevista com o Missionário Flávio Andrade, de Moçambique

Na edição deste mês, a Revista Renascer conheceu o trabalho missionário do pastor Flávio Andrade, que mora há 15 anos na cidade da Beira em Moçambique – África. Ele é casado com Cremilde Andrade e é pai de dois filhos, Kezia e Jonathas Andrade. Confira a entrevista e conheça um pouco mais sobre seus projetos missionários na África:

  • Como iniciou o trabalho de vocês em Moçambique?

O nosso trabalho com missões na África começou no ano de 2003, quando apoiamos e supervisionamos as igrejas nas aldeias em Moçambique. Em 2005, iniciamos uma igreja debaixo de um cajueiro em Mafambisse, onde pagávamos 5 reais por semana ao dono do terreno.

  • Qual o principal projeto desenvolvido na África hoje?

A África é um dos continentes mais carentes do mundo. Ao chegar em Moçambique e ver bem de perto a realidade, decidimos desenvolver vários projetos relevantes com as crianças e jovens. Dentre eles, temos o discipulado com jovens universitários na Cidade da Beira, em Moçambique. Além disso, temos o projeto de plantação da igreja, que iniciou na sala da minha casa e hoje tem mais de 250 membros.

  • E o projeto com as crianças? Como funciona?

Moçambique está entre os piores países classificados num relatório da organização não-governamental Save the Children, que luta pelos direitos das crianças. O país encontra-se na posição 160, num total de 172. Em Moçambique, são muitas as crianças que sofrem de desnutrição crônica. A pobreza infantil é elevada e há muita dificuldade em manter as crianças na escola. A violência e a negligência são outros dois problemas graves do país. Constatamos que na região de Mafambisse não havia uma pré-escola. Então iniciamos um pequeno projeto chamado Joias da África. Nosso alvo é poder atender 120 crianças diariamente. As crianças são alfabetizadas, evangelizadas e ainda recebem as refeições diárias em nossa unidade. Além disso, temos também corte de cabelo das crianças, um trabalho voluntário prestado pelo irmão Pedro, e atendimento médico. Para este ano, o nosso sonho é levar apoio odontológico.

  • Qual a principal dificuldade encontrada para desenvolver esse projeto com as crianças?

Sendo bem sincero, a nossa principal dificuldade hoje é financeira, pois temos um custo muito alto com a alimentação das crianças. No ano de 2018 servimos mais de 2.000 refeições mensalmente e em 11 meses foram mais de 22.000 refeições preparadas para as nossas crianças. Tudo isso gera um alto custo para nós. Por exemplo, com 50 reais ao mês, você mantém uma criança na escola, e com 200 reais por mês você ajuda um africano a fazer uma universidade, e isso com certeza fará grande diferença na vida dessas pessoas.

  • Como podem ser feitas doações?

As doações podem ser feitas através de transferências e depósitos em minha conta no Banco Bradesco (Agência: 0896-6, Conta Corrente: 0004279-0. Titular: Flavio de Souza Andrade. CPF: 081524847-41) ou ainda via transferência pelo Wester Union ou PayPal.

  • Deixe um recado para os leitores da Revista Renascer.

Nunca se esqueçam que missões é uma chama que não se apaga. Se hoje você não pode vir fazer missões integralmente na África, atravesse a rua e sirva o seu vizinho. Esses são os nossos contatos na África – Email: pr.flaviovibeira@gmail.com ou pelo telefone: +258848970483

Entrevista com o Missionário Flávio Andrade, de Moçambique

Mais vistos

Fale com os editores:
E-mail: editora@batistarenscer.com


Editado e publicado no Brasil por:
Renascer – Livraria e Editora Ltda.
Telefone: (62) 3202- 4968

2016 - Desenvolvido pelo Depto. de Marketing da Igreja Batista Renascer.

Topo